sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

pra você que andava se perguntando

RuPaul está de volta. Ela vai apresentar um reality show, Drag Race, tipo America's Next Top Drag, sabe como? Eu daria um braço pra assistir a essa competição, que deve ser uma espécie de Paris Is Burning dos anos 2000.
Oi? Você tem 18 anos e não sabe quem é RuPaul ou o que é Paris Is Burning?
Ok, peguem os bloquinhos que lá vem aula de história:
RuPaul surgiu nos anos 80 como parte dos Club Kids, aquela turminha do barulho que aprontava altas confusões e que também tinha Michael Alig, Amanda Lepore, Leigh Bowery e James St. James. Nos anos 90, com a confusão toda (que tá no filme Party Monster), ela foi cuidar da vida e lançou um disco solo, Supermodel Of The World, que é MUITO legal.
Paris Is Burning é um documentário sobre a cultura drag dos anos 80, que mostra festas onde as drags competiam por prêmios, tudo dividido por categorias mesmo. Gente famosa do underground nova-iorquino, como Pepper LaBeija, Willie Ninja e outros estavam por lá. A competição chegou a níveis absurdos e foi nessas festas que surgiu o Vogue, aqueles movimentos que pareciam saídos de editoriais de moda.
A loucura toda virou música do sempre oportunista Malcolm McLaren, chamada Deep In Vogue.
Daí, a nossa Madonna, que sempre esteve de olho em tudo e todos, pegou tudo isso, misturou num caldeirão, adicionou umas pitadas da Salsoul dos anos 70, e criou o hino Vogue, que você faz a coreografia escondida no seu quarto e acha que tá temdemssia.
Tá tudo conectado, seis graus de separação é muito. Entendeu, queridjinha?
You betta werq!

4 comentários:

Di disse...

NoCasoPedia

El Dani disse...

mas que difícil resumir tudo isso em apenas uma redação tipo "minhas férias nos anos 80"

alessandro disse...

Resumiu e arrasou!!!Agora, o disquinho do McLaren é chato pra caramba, né não?

Fábio disse...

HHAHAH JUPTER, VC É MUITO BOM ! HAHHAHHAHA

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...