segunda-feira, 24 de novembro de 2008

para começar a semana bem: vício


E é assim, minha gente, que se faz um clássico instantâneo. A letra, o ritmo, a coreografia, o momento oportuno, a energia. Tudo é maravilhoso. Eu disse tudo.

6 comentários:

Di disse...

Parei.

alessandro disse...

Nem a trindade concretista (Décio, Haroldo e Augusto) poderia ter imaginado algo tão inovador quanto pó-pará-cumpó-aê

RR disse...

Eu vi e fiquei impressionado. Rodo também. É aquilo né, eu imagino assim:
“gente, vamos usar uma linguagem mais animada e direta. Não vamos fazer drama. Assim a gente passa a mensagem do senhor sem eles perceberem.”
Ou
“vamos sacanear essa galera da igreja?!! Vamos fazer uma canção em nossa homenagem?! Sei lá, do tipo auto-ajuda mesmo.”

fernanda disse...

Não sei o que dizer...
Só sei que essa música não sai da minha cabeça!

AtomiCokctail disse...

é tudo mesmo !

El Dani disse...

mas assim... igreja... com música afro-macumbeira... ai, pó pará!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...